Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O IEFP e eu*

Segunda-feira, 13.04.15

 

 

Tenho andado desaparecida por estes lados e como consequência, o blog está meio parado. No entanto, não me esqueci de vocês, e cá estou eu para vos contar! 

 

Como muitos de vocês sabem, encontro-me desempregada e por conseguinte, estou inscrita no IEFP. Em Fevereiro, fui a uma reunião organizada por esta instituição, onde nos "convidaram" a integrar uma formação no âmbito do projeto "Vida Ativa", destinada apenas para pessoas licenciadas ou com o 12º ano de escolaridade. Começaram por informar que ainda não sabiam sobre o que iria ser a formação, mas que poderia ser de línguas (inglês, francês ou espanhol), higiene e segurança no trabalho, informática e "outras coisas" .  E pronto, lá me inscrevi na formação. 

 

No final de Março, recebi um telefonema que passo a citar:

 

"Boa tarde, fala do centro de emprego de "...." e é para informar que a formação em que se inscreveu irá começar no dia x, às x horas, no local x. "

 

"Boa tarde. A formação será sobre o quê?"

 

"Olhe, isso não se lhe sei responder, pois apenas tenho a tarefa de informar os formandos a cerca do dia, hora e local."

 

Muito bem. Lá fui eu, no dia marcado, onde encontrei outras pessoas que, também, nada sabiam a cerca da formação. Começam então por distribuir umas folhas que tinham como título "Marketing e Publicidade - Técnico de organização de enventos" . 

 

WTF?! Mas onde é que estão as línguas e não sei quê? Como devem calcular, toda a gente que ali estava se sentiu desconfortável com a situação.

 

Apesar de o tema, em nada ter a ver com as nossas profissões, temos de ali estar e ver o lado positivo da coisa: adquir novos conhecimentos em outras áreas. 

 

Mas, no meio de tudo isto, a questão que aqui se coloca, é: onde está mesmo a vida ativa?? Sentados, em cadeiras desconfortáveis, 7 horas por dia, a ouvir o formador é tudo menos ativo a passividade é imperativa. 

 

Agora pergunto eu: será que não existem soluções melhores, para fazer sentir alguém útil na área para a qual estudaram? 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por O que se ama às 17:27

7 comentários

De *Márcia S.* a 13.04.2015 às 21:30

É um dos muitos males do IEFP.
Só as minhas (más) experiências com o IEFP davam pano para mangas.

De O que se ama a 15.04.2015 às 20:32

Imagino que sim! Ás vezes parece que andam a gozar com as pessoas -.-

Coragem*

De *Márcia S.* a 15.04.2015 às 20:47

Só lhes interessa os números. Não lhes interessa se estamos interessados nesse tipo de formações. A mim pode interessar um tipo de formação e eles mandarem para outras. Tive numa sobre "procura de emprego" e tudo o que lá disseram eu sabia. Mas não podemos recusar... se estamos lá aparentemente queremos trabalhar e formações deviamos escolher quais as que preferimos e se queremos ir para lá. Muitas vezes ficam longe de casa (o local onde dão a formação) e se estamos desempegados vamos gastar dinheiro (qual??) em transportes... (e primeiro que eles paguem essas formações é um dia de juizo!)

De O que se ama a 15.04.2015 às 20:56

Assino por baixo! O que neste momento interessa é que os desempregados estejam inseridos em cursos/formações para que depois se venha para os telejornais dizer que "os números de desempregados desceram" . Claro que desceram. Uns emigraram e outros estão em formações a ganhar dinheiro que nem para o transporte dá.

De *Márcia S.* a 15.04.2015 às 21:15

Claro.
Eu a que referi não me serviu para quase nada, só para gastar dinheiro em transportes... Esta semana quando contactei com quem é suposto pagar essas formações disseram-me que ainda não tinham pago a tal formação porque algumas pessoas que estavam na "minha turma" ainda não tinhm entregue todos os documentos. E eu que espere pelo dinheiro que gastei para ir pra lá (nem que fosse 1€, estou desepregada não deverua ter de o gastar) por causa de alguém que se lixou para os documentos que faltaram. E porque a funcionária faltou um dia e atrasou a papelada toda...já lá vai mais de um mês que terminou aquilo.
É ridiculo... não arranjam emprego e ainda fazem gastar dinheiro quem não o tem...
Ainda hoje recebi mais uma carta do iefp para uma sessão coletiva. Espero que não seja perda de tempo, porque já tive más experiências com estas sessões coletivas, mas nenhuma foi do assunto desta carta que recebi hoje...

De O que se ama a 15.04.2015 às 21:20

Por acaso também já nos informaram para não nos atrasarmos com a entrega de documentos, pois por causa de um, pode atrasar todos os pagamentos. Mas esquecem-se que em Portugal a maioria dos serviços ainda funciona a carvão e demoram eternidades a emitirem um documento!
Posso saber qual o assunto que tem na carta que recebeste agora?

De *Márcia S.* a 15.04.2015 às 21:45

É sobre garantia jovem.
Sabes alguma coisa sobre isso?

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor





youzz.net


Parcerias








subscrever feeds